Primus 2015

É o fecho de mais um ano de publicações aqui no pasquim.

Escolhi para a despedida o vinho que nos acompanhou na Ceia de Natal, um grande branco português e um grande branco do mundo.

Beber um Primus é sempre um momento especial e esta colheita de 2015 está especialmente boa, decididamente uma das melhores.

Elegante e complexo, com muito poucas notas de evolução, todo ele beleza e graciosidade. Tenso e mineral, com presença, saboroso, vibrante na frescura, num equilíbrio a roçar a perfeição. Termina longo e intenso, assim como o ano que agora finda. Faz-nos bem beber estes vinhos, dão-nos alegria, tornam-nos bem dispostos, com olhos de esperança no ano que aí vem. Boas Entradas e Feliz 2021!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *