Zarate Balado 2018

Ao bebermos este vinho percebemos facilmente porque é considerado o melhor Balado de sempre. E se partirmos do princípio que a vinha Balado é a preferida do produtor, aquela a que o próprio se refere como a que melhores resultados proporciona, então penso não ser exagerado concluir que poderemos estar perante um dos melhores Zarate de sempre.

Balado é o nome de duas parcelas de Albarino de uma vinha velha, que as Bodegas Zarate têm em Ribadumia, Pontevedra, na região das Rías Baixas. É uma vinha murada por um muro de granito, à imagem dos Clos franceses, onde as parcelas de albarino foram replantadas pelo método de pé-franco nos anos 50 do século passado. Estas particularidades fazem desta uma vinha muito especial.

2018 foi considerado um ano muito bom nas Rías Baixas e este Balado de facto revela uma excelente expressão das vinhas velhas de Albarino no Vale do Salnés. O vinho é vinificado apenas em inox e faz estágio em borras por cerca de seis meses, sem batonnage, até ao momento de ser engarrafado. É um branco que começa contido, a necessitar de tempo para se mostrar, mas quando isso acontece revela-se com uma excelente presença, profundo, elegante, muito fresco, com as sugestões de citrinos e alguma fruta branca a mostrar-nos um albarino sério, profundamente mineral (desculpem-me os técnicos, mas não encontro melhor termo para o definir), com uma acidez fina que lhe faz prolongar o final. Apesar de ser um vinho que vai continuar a evoluir, está numa fase excelente, que dá imenso prazer. Do melhor que a região produz.

O Zarate Balado encontra-se facilmente em lojas online e custa cerca de 25€.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.