Horácio Simões em Prova Online na Wines 9297

Aqui está um formato didáctico, divertido e, acima de tudo, seguro, para as garrafeiras poderem combater a crise do confinamento. A garrafeira Wines 9297, na impossibilidade de juntar as pessoas nas habituais provas semanais com produtores, tem promovido estes momentos online para continuar a mostrar as novidades aos seus clientes. Esta semana participei pela primeira vez.

Como é que funciona a coisa? Muito simples. Basta passar na loja a levantar o kit de prova, que contém as amostras dos vinhos que vão ser apresentados, para posteriormente recebermos por email uma ligação para a aplicação Zoom que nos irá permitir participar à hora marcada. Se não for possível estar online a essa hora, como foi o meu caso, também não há problema, a prova é gravada e pode ser vista mais tarde a qualquer momento. Desta forma inviabiliza-se, obviamente, a possibilidade de colocar questões em directo.

A prova desta semana foi com o produtor da região da Península de Setúbal, Casa Agrícola Horácio Simões, que está localizada na Quinta do Anjo, em Palmela. A mesma teve um custo de 10€, valor dedutível na íntegra na compra dos vinhos em prova.

Como já referi, na sexta-feira às 18:30, que era a hora marcada para a sessão em directo, não me foi possível estar online, pelo que ontem, através da gravação, lá fiz tranquilamente a minha prova. A mesma contemplava a prova de seis vinhos, dois brancos, dois tintos e dois moscatel rôxo, sendo conduzida por Pedro Simões, da terceira geração da família Horácio Simões e actualmente o responsável pelos destinos desta centenária casa produtora.

Dos vinhos provados, os dois brancos eram o Tradição 2019 e o Grande Reserva 2017, ambos produzidos com uma casta local chamada Boal Barreiro, uma das várias variedades de Boal, que não vem da localidade do Barreiro como o nome poderia sugerir mas sim de terrenos com muito barro. Ambos são temperados com uma pequena percentagem de Arinto. O Tradição é um vinho aromático, jovem e fresco, com boa acidez e o Grande Reserva é mais complexo, mais sério, com a barrica muito bem integrada e um final de bom comprimento. Este último ainda não está engarrafado, só chegará ao mercado em Janeiro. A amostra provada ainda não tinha sido filtrada.

Os dois tintos foram o Segredos Elegant e o Grande Reserva. O primeiro é uma “freakalhada”, como se diz na gíria. Produzido com uvas brancas e tintas misturadas, de uma vinha próxima da Quinta do Anjo, é um vinho totalmente desalinhado, fora da caixa, num registo original e fora do comum. Vale como curiosidade. O Grande Reserva é um monocasta de Castelão a partir de vinhas com quase cem anos e foi o meu favorito da prova. Bela expressão de Castelão, muito fresco, tudo muito bem proporcionado, com um ligeiro toque de volátil a diferenciar o estilo, gostei muito. Também ainda não está no mercado mas já está engarrafado.

Para fechar, dois moscatéis rôxo que na realidade eram o mesmo mas com dois estágios diferentes. As pipas do Testemunha ficaram a estagiar na adega, enquanto que as do Costa a Costa andaram cinco anos a bordo de um barco turístico do Sado, resultando em dois vinhos com claras diferenças. O estágio a bordo conferiu ao Costa a Costa mais concentração e estrutura, num estilo mais complexo e evoluído. Dois belos moscatéis que, para o meu gosto, poderiam ter um pouquinho menos de doçura.

E pronto, assim foi a minha primeira prova online da Wines 9297. Posso dizer que foi uma prova didáctica e divertida, onde fiquei a saber mais sobre a Casa Agrícola Horácio Simões e os vinhos que ali se produzem. Uma hora muito bem passada, que ajudou a combater o tédio do confinamento. Agora aguardo o email com o preço dos vinhos provados para ir à loja com o meu vale de 10€ comprar o Grande Reserva Tinto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *