Sou Alvarinho 2018

Bela surpresa. Uma joint venture entre a Quinta de Santiago e Nuno Mira do Ó numa abordagem conjunta à casta Alvarinho. As uvas são provenientes da Quinta de Santiago e a fermentação ocorreu metade em inox e outra metade em barricas usadas. Fez estágio sur lies e foi engarrafado em Agosto do ano passado, chegando agora ao mercado. É um branco do caraças, é o que vos posso dizer, num estilo pouco visto nos alvarinhos portugueses. Seco, contido, com uma acidez vibrante, que lhe confere grande profundidade e final de boca. A barrica quase não se dá por ela, a fruta, com sensações frescas de citrinos, é muito proporcionada, num conjunto em grande sintonia que vive no equilíbrio dos grandes vinhos. É caro para burro (ultrapassa os 30€), mas gostei imenso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *