Ponte Branco 2018

Olha, este desiludiu.

Eu adoro o Mouchão e quero gostar de todos os vinhos do Mouchão, por isso fico lixado quando isso não acontece e, ainda por cima, não porque o vinho não seja bom mas porque a madeira está a mostrar os dentes. Além disso precisava de mais nervo para alimentar aquela estrutura. Já oiço vozes a dizer que isso é porque o vinho é novo e a barrica também e isso com o tempo vai integrar e ficar um granda vinhão. Pois bem, espero que sim e se isso acontecer cá estarei para o admitir. Agora uma coisa é certa, pelo preço que custa não o vou voltar a comprar para ver se.

A marca Ponte das Canas passou a chamar-se simplesmente Ponte. O Ponte Branco 2018 recupera a tradição da casta Verdelho no Mouchão, recuperada a partir de uma enxertia em vinhas de Perrum com cerca de vinte anos. A primeira colheita deste branco do Mouchão estagiou durante seis meses em barricas novas de carvalho francês. É rico, frutado, com estrutura e boa acidez. O conjunto resulta bem, apesar da barrica se sobrepor nesta fase. Também não se perdia nada se tivesse uma acidez mais vincada. É um vinho que certamente vai evoluir bem, mas por este preço meus amigos, faz-se tanta coisa melhor no Alentejo que não é fácil ficar cliente. Aguardam-se com expectativa as próximas colheitas, mais afinadas certamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *