Os Meus Pratos de 2012

Conforme prometido no último post aqui ficam as minhas escolhas gastronómicas de 2012. Dos melhores pratos, aos melhores restaurantes, passando por outros temas que, na minha opinião, merecem destaque. Espero que gostem.


OS MEUS PRATOS DE 2012

No Bosque Depois da Caça (José Avillez, Belcanto). Pela beleza, pelo sabor, pela complexidade, pela técnica, por representar a expressão máxima da capacidade do José Avillez nos dias que correm. Um prato sublime.

2º Os Cogumelos Ostra e a Ostra (Henrique Mouro, Assinatura). Pelo risco, pela perfeição e por ter sido o momento mais alto de uma refeição à volta dos cogumelos. Brilhante.
3º Pregado com Aveludado de Mexilhão, Cogumelos e Pinhões (Alexandre Silva, Bocca). Pela irreverência, pelo cuidado na apresentação e pela saudade que deixa um dos mais consistentes projectos da nova restauração lisboeta.
Flan de Foie (Jordi Esteve, Nectari). Pela perfeição da técnica, pela precisão na textura e pelo cheirinho a El Bulli. Um dos mais altos momentos de uma refeição neste recém estrelado catalão.
5º Sushi (Tomoaki Kanazawa, Tomo). Pelo amor, pela tradição, pela técnica.
6º Spaghetti com Lavagante e Alcachofras (Filipe Alloin, Hummer-Austernbar). Pelo sabor, pela frescura dos produtos, pelo trabalho em mostrar que a cozinha francesa não parou no tempo.
Caldeirada de Peixe (—, Cantinho do Cais). Pela frescura dos peixes, pelo ponto perfeito de cozedura, pela melhor refeição que fiz numa recente ida à Ilha de São Miguel.
8º Lascas de Bacalhau, Migas Soltas, Ovo a Baixa Temperatura e Azeitonas Explosivas (José Avillez, Cantinho do Avillez). Pela inovação, pela técnica, pelo sabor.
Lombinhos de Porco Alentejano com Migas de Espargos Verdes (—, Taverna dos Conjurados). Pela tradição, pela grande qualidade dos produtos, pelo trabalho na divulgação da autentica cozinha alentejana.

10º Pétalas de Toucinho de Porco Alentejano (José Júlio Vintém, Tomba Lombos). Pela simplicidade e pela autenticidade do sabor.


OS MEUS RESTAURANTES DE 2012

Belcanto. Por ser uma experiência ímpar e imperdível e pela esperança, legitima, de virmos a ter um dois estrelas Michelin em Lisboa.
Assinatura. Pela consistência, pela inovação na tradição, porque Lisboa precisa de projectos assim. 
Tomo. Porque é o expoente máximo da gastronomia japonesa em Lisboa. Por nos dar a possibilidade de comer sushi desta qualidade.

Bocca. Por ter expressado de forma perfeita o conceito trendy na restauração portuguesa. Pela inesperada partida no momento em que a consistência parecia ter chegado à cozinha.
Cantinho do Avillez. Pela informalidade, pela sofisticação do nosso receituário tradiconal, pela relação qualidade-preço.
OS MEUS OUTROS DESTAQUES DE 2012
1º O Peixe em Lisboa. Por tudo o que representa para a divulgação da gastronomia do nosso país.
2º O Pão da Miolo. Pela dádiva que nos proporcionam em comer um pão desta qualidade.

Os Eventos DaCozinha (Twittpinga à cabeça). Pelo dinamismo, pela perseverança,  pelo quebrar de preconceitos e pelas Moules ao Vapor de Água do Mar e Salicórnia, com Molho de Pimentos e Sriracha.
As Sardinhas no Algarve em Setembro. Pela qualidade, pelo preço e porque expressam bem a qualidade do nosso peixe. 
A Paia de Toucinho de Porco Alentejano do Clube de Produtores do Continente. Pela tradição, pelo sabor e ao projecto, pela aposta em dar a conhecer a grande qualidade dos pequenos produtores em Portugal.
O Espaço Açores. Pela qualidade dos produtos e pelo trabalho na divulgação da gastronomia Açoriana por estas bandas. 
O Novo Martim Moniz. Pela lufada de ar fresco que trouxe à cidade e pela democratização da gastronomia étnica em Lisboa. Que se aguente por muitos e bons anos.
O Queijo da Serra do Sr. Armando Sequeira. Pela qualidade do mesmo, pela autenticidade e pela teimosia em continuar a produzir de forma artesanal um dos melhores queijos nacionais que já tive oportunidade de conhecer.
A Loja do Sal em Rio Maior. Pelo dinamismo e pela fresca roupagem que conseguiu imprimir a um produto nem sempre valorizado.

10º O Guia das Tascas e Tabernas de Portugal. Pela escrita do Orlando Leite e pelo trabalho em dar a conhecer alguns dos mais autênticos locais para comer em Portugal.
Espero que tenham gostado. Amanhã (se tudo correr bem), as minhas escolhas nos vinhos.
Tags from the story
Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.