Os meus 10 Pratos de 2010

1 – Pappardelle com Cogumelos Girolles e Trufa de Verão – Hummer & Oyster Bar

O ponto mais alto de um memorável jantar com a chancela do Chefe Filipe Alloin. Poesia em forma de sabores.
2 – Abalone dos Açores com Risotto de Limão Confitado e Molho de Vinho Branco – Fortaleza do Guincho

Na última edição do Peixe em Lisboa, e no dia da apresentação do Chefe José Avillez, a grande estrela foi o Chefe Vincent Farges com este prato. O abalone e o risotto numa combinação perfeita.
3 – Polvo à Lagareiro – DOC

Infelizmente o Chefe Rui Paula ainda não atingiu o nível de popularidade que merece, talvez por estar a Norte (infelizmente ainda pesa). Aqui, todo o esplendor da sua cozinha, num hino à excelência do produto, interpretado com uma simplicidade arrasadora.

4 – Flor de Courgette com Tártaro de Atum e Cereja Branca de Trás os Montes – Assinatura

No menu de estreia do seu Assinatura, ainda em modo soft-opening, o Chefe Henrique Mouro brindou-nos com esta criação. Muito bom!
5 – Sopa de Santola – Spazio Buondi

O prato emblemático da Chefe Justa Nobre, igual a ele próprio. Daqueles pratos, que de olhos fechados, conseguimos identificar. Que delícia.
6 – Leitão a baixa temperatura com laranja – Pedro Lemos

Este excelente prato do Chefe Pedro Lemos aparece aqui como podia ter aparecido o Frango a baixa temperatura com espuma da batata trufada. Foi com estas duas pérolas que surpreendeu no Essência do Gourmet. Um dos restaurantes que mais quero conhecer em 2011.

7 – Chuletón de Buey – Rubro

Carne, carne, carne. Aqui maturada e assada com mestria. Obrigatório.

8 – Empada de Coelho Bravo – A Escola

Um prato muito aclamado, num dos meus “regionais” favoritos.
9 – Peixe Galo com Boletus e Rabo de Boi – Arola

Pelo meio do menu degustação do Arola, chega-nos um prato de contrastes. Mar e terra numa sintonia que resulta na perfeição. Infelizmente a foto não ajuda.
10 – Raviolis de Tubarão- Yum Cha Garden

Ponto alto no Yum Cha Garden. Uma das mais agradáveis surpresas do ano.

À primeira vista parece ser um exercício complicado, mas na realidade não. Foi apenas expressar dez momentos que ficaram gravados na memória dos sabores.

6 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *