Le Chat (Lisboa)

IMG_20141203_204223

Sempre olhei para o Le Chat mais como uma bar-esplanada do que um restaurante. Eu e provavelmente a grande maioria dos clientes deste bar em vidro, de design contemporâneo (que até ganhou um prémio ibérico de arquitectura), paredes meias com o Museu de Arte Antiga, em Lisboa. Sempre lá fui nesse contexto. Ou um copo ao final da tarde, acompanhado por um petisco, a contemplar o brilho do Tejo e da Lisboa ribeirinha, ou um copo para começar a noite.

IMG_20141210_085314

O Le Chat já não é um novato e tem o seu lugar bem cimentado na lista das esplanadas imperdíveis de Lisboa, mas agora quer ir mais além, com uma aposta efectiva na vertente de restaurante. Facto que não é alheio a entrada de um novo Chef, o jovem Bruno Ribeiro, que depois de passagens pelo Sessenta, Largo e Taberna 1300, vem agora abraçar este desafio. A aposta é numa cozinha mais elaborada, com um menu mais consistente, para fazer frente à temporada invernosa em que estamos a entrar.
Foi já a olhar para ele como restaurante, que voltei ao Le Chat, para conhecer a nova carta de inverno. Sentemo-nos então.

Le Chat Green Lust

A aposta nos cocktails mantém-se forte e continua a ser uma referência deste espaço. A gerente Marta Chêdas, que nos recebeu e enquadrou na refeição, sugeriu que começássemos por aí. Fomos pelo Green Lust e pelo Flower Elit, o primeiro um cocktail com Elit (vodka, penso), maçã verde, uva, hortelã e canela, o segundo com Elit, sumo de limão, licor de sabugueiro (interessante a utilização de licores tradicionais portugueses), morango e manjericão.

IMG_20141210_090031

De seguida, em jeito de entrada, que também podia ser um petisco, os Peixinhos da Horta. Diferenciador o caril no polme e a maionese de tabasco a acompanhar.

IMG_20141203_215219

Pica Pau de Atum. Lombo de atum a namorar com um molho de citrinos feito com uma redução de molho de laranja e chalotas, temperado com limão, lima e cebolinho. O prato da noite.

IMG_20141210_085829

Depois, entrando nos pratos principais, o Lombo de Bacalhau com redução de moscatel, couve pak-choy, crosta de foccacia e batata nova, secundado, sem foto, pelo Risoz de Pato, um trocadilho entre risotto e arroz, que exprime bem a essência de um Arroz de Pato, cozinhado com a técnica do risotto.

IMG_20141210_085448

Pastel de Nata à Le Chat. Gelado de pastel de nata com crumble de canela, laminas de caramelo, mel, tudo envolvido numa tulipa de massa filo.

IMG_20141210_085622

Para terminar, Toucinho do Céu. Com creme de amarguinha e um granizado de limão, que na verdade tinha uma textura mais leve, quase como um floco de limão, que dava frescura e leveza a este clássico.

Para empurrar veio um Quinta de Saes Reserva, um branco do Dão, que cumpriu a sua função. A carta de vinhos é curta mas diversificada, o que parece sensato tendo em conta a restante oferta líquida que o espaço possui, que é fortíssima.

O ambiente continua cosmopolita e descontraído. Numa quarta-feira ao jantar, e apesar de estar um frio de rachar, a sala estava praticamente cheia, onde se podia ver muita gente a tomar simplesmente uma bebida mas também muita a explorar, tanto os petiscos, como a vertente mais sólida da carta.

A primeira impressão para este novo capítulo do Le Chat e para o trabalho que Bruno Ribeiro começa a desenvolver foi muito positiva. Uma abordagem sóbria ao nosso receituário onde procura deixar o seu cunho de autor através de elementos criativos e originais. Há evidentemente muito a melhorar (o excesso de elementos doces nos pratos, por exemplo), mas o caminho faz-se caminhando e, pelas palavras que troquei no final da refeição com o Bruno Ribeiro, pareceu-me de pés bem assentes no chão e ciente do desafio que tem pela frente. O Pica Pau de Atum é um prato irrepreensível de bom, os pratos principais estão muito bem conseguidos, apesar de necessitarem de um o outro ajuste e tanto os peixinhos como as sobremesas (boa surpresa) também são de muito bom nível. É bom ver estes jovens cozinheiros a terem oportunidade de mostrar as suas ideias através do seu trabalho.
É passar por lá e conferir.

Le Chat
Jardim 9 de Abril, Janelas Verdes, Lisboa
Telefone: (+351) 21 396 36 68
Email: [email protected]
Durante o Inverno fecha às Segundas
Preço médio:
Bar ou Petiscos: (Tostas, Saladas, Petiscos) O que se quiser gastar
Restaurante: (Sem vinho) 17,50€
 

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *